Não se brinca mais de bola!

Eu sou a última geração que brincou com pião, bolinha de gude, carrinho de rolimã, (as pipas sobrevivem na periferia do Brasil), a tecnologia mais avançada que tive foi um Atari 2600, que ganhei do meu tio e depois, um walkman, calma eu explico.

Walkman era um toca fita cassete, rádio com fones de ouvido. A pilha acabava rápido, era um tormento tentar ouvir música e não poder. Minha geração ficou deslumbrada com o discman, depois a mp3.

Daí você fala ao seu filho. __ vai aprender um esporte. Ele diz __ é chato pai! Retruquei com ele! __ vai soltar pipa, jogar bola.  É chato, pai!

Paro e reflito, nossa sociedade vem em declínio e em decadência. Os 7×1 da Alemanha, se tornou o botão de alerta, onde nunca mais seremos campeão de futebol, pois não formamos craques.  E nem os garotos de hoje, almejam aprender ou praticar o esporte. Só desejam smartfhones e jogos.

Tenho uma teoria maluca sobre o surgimento de novos craques de futebol no Brasil. Na área urbana vai ser difícil aparecer tal craque. O futebol de rua morreu.  Acredito que os novos craques irão surgir do litoral, onde a praia possibilita o jogar bola.  Mas cada vez, mais raro, cada dia, mais escasso.

Só poderia ter uma reviravolta, nas práticas esportivas do Brasil se a escola fosse integral, possibilitando tanto o estudo como a práticas de desportivas dos mais variados seguimentos.  Mas isto é utopia, num governo neoliberal! Ou num governo PT!

Fui

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s